int(1146) string(62) "Table 'saisdate_loja.stock_color_size_temporary' doesn't exist" int(1146) string(62) "Table 'saisdate_loja.stock_color_size_temporary' doesn't exist" int(1146) string(62) "Table 'saisdate_loja.stock_color_size_temporary' doesn't exist" Blog - Sais da Terra

Blog - Sais da Terra

SET11
Alivio para as colicas dos bebes.
  • Sábado, 11 de Set de 2010 - 11:37:50
  • Fonte: ISTO É

    Uma pesquisa realizada na Itália aponta uma esperança aos pais de bebês de até quatro meses de idade. A equipe do médico Francisco Savino, do Hospital Infantil Regina Margherita, em Turim, descobriu que doses de uma solução contendo um lactobacilo ? uma espécie de bactéria do bem ? atenuam as cólicas intestinais que afligem as crianças nos primeiros meses de vida.

    Credita-se a ocorrência do problema a uma ?imaturidade? do sistema digestivo do bebê, o que leva à fermentação e a gases. Os gases distendem as alças intestinais, provocando a dor. Outro fator discutido é a responsabilidade de alguns alimentos da dieta da mãe, que poderiam agravar o problema.

    O estudo italiano foi feito com 50 bebês que manifestavam claramente o problema ? entre os sinais evidentes de que a criança está sofrendo por causa de cólicas está o choro praticamente ininterrupto, que começa no final da tarde e se estende por cerca de três horas. As participantes, porém, excediam essa média: choravam até três horas a mais.
    Metade dos bebês recebeu, diariamente, durante três semanas, dez gotas de uma solução com a bactéria L. reuteri Protectis. O remédio foi dado pela manhã, meia hora antes de serem amamentados. O restante recebeu placebo. Ao final da experiência, as crianças que usaram a solução probiótica (que contém bactérias para ajudar no funcionamento do aparelho digestivo) passaram a chorar cerca de 35 minutos por dia. As que tomaram placebo, 90 minutos. ?Essa constatação sugere que a L.reuteri tem potencial para servir como um novo e seguro meio terapêutico contr LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11

    Fonte: VALOR - SP

    Mônica Scaramuzzo | De São Paulo

    França, diretor comercial e de marketing da Cellofarm, de olho nas oportunidades para crescer no Brasil com aquisições.

    A farmacêutica Cellofarm, controlada pela companhia sul-africana Aspen Pharma, já traçou sua estratégia de crescimento no país. A empresa vai focar em aquisições, parcerias para desenvolver novos produtos e acordos de licenciamento de marcas consolidadas.

    Com o foco voltado para a área hospitalar e varejo, na proporção 60% e 40%, respectivamente, a companhia investiu nos últimos meses cerca de R$ 60 milhões na aquisição de marcas, entre elas medicamentos fitoterápicos, que ajudaram a reforçar o faturamento da companhia no Brasil. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11
    Voce confia no seu m‚dico?
  • Sábado, 11 de Set de 2010 - 11:34:17

  • Fonte: ISTO É

    Francisco Alves Filho e Mônica Tarantino


    VÍNCULOS
    O estudante Arthur se preocupa em respeitar os direitos do paciente

    A confiança nos médicos está abalada. Pesquisas começam a refletir essa queda no prestígio dos doutores. No Espírito Santo, onde o Instituto de pesquisa Futura faz um levantamento anual da credibilidade das profissões, a tendência é observada desde 2005. Naquele ano, 80% dos entrevistados declaravam-se confiantes nos médicos. Mas a taxa foi caindo até chegar aos 47,3%, registrados em 2009. Outro indicador, o recém-criado Índice de Valorização Humana (IVH), apontou que mais de um terço dos dois mil participantes do estudo reclamaram que há pouco interesse dos médicos durante o atendimento. O IVH foi criado pela equipe brasileira do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e está em fase experimental.

    A desconfiança sobre o relacionamento dos médicos com a indústria de remédios, próteses e equipamentos hospitalares ajuda a corroer a imagem dos especialistas. ?Muitos pacientes duvidam da isenção dos médicos na hora de receitar medicamentos ou indicar procedimentos?, diz o psiquiatra Cláudio Cohen, presidente da Comissão de Bioética do Hospital das Clínicas de São Paulo. As conclusões de um estudo feito a pedido do Conselho de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) com 600 médicos apresentaram informações importantes a respeito do problema. Em 12 meses, 93% dos médicos receberam brindes e benefícios das empresas farmacêuticas e de equipamentos, sendo que 37% aceitaram agrados com valor acima de R$ 500 LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11
    Fonte: VALOR - SP

    Mônica Scaramuzzo | De São Paulo

    França, diretor comercial e de marketing da Cellofarm, de olho nas oportunidades para crescer no Brasil com aquisições.

    A farmacêutica Cellofarm, controlada pela companhia sul-africana Aspen Pharma, já traçou sua estratégia de crescimento no país. A empresa vai focar em aquisições, parcerias para desenvolver novos produtos e acordos de licenciamento de marcas consolidadas.

    Com o foco voltado para a área hospitalar e varejo, na proporção 60% e 40%, respectivamente, a companhia investiu nos últimos meses cerca de R$ 60 milhões na aquisição de marcas, entre elas medicamentos fitoterápicos, que ajudaram a reforçar o faturamento da companhia no Brasil. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11
    C‚lula-tronco ‚ usada em implante facial.
  • Sábado, 11 de Set de 2010 - 11:29:01

  • Fonte: FOLHA DE SÃO PAULO - SP

    DENISE MENCHEN
    DO RIO

    O Instituto Ivo Pitanguy isolou células-tronco da gordura retirada em lipoaspirações e vai utilizá-las em enxertos, que serão implantados nos rostos de pacientes, para atenuar a perda de volume característica do processo de envelhecimento.

    Enxertos de gordura são comuns na cirurgia plástica, mas muitos acabam absorvidos pelo organismo, o que compromete os resultados de longo prazo. Espera-se que, com o uso de células-tronco, isso não aconteça.

    "A expectativa é que a célula-tronco se diferencie em mais tecido adiposo e em vasos sanguíneos que nutrirão a gordura", diz a pesquisadora-chefe do instituto, Natale Gontijo. Segundo ela, um motivo que causa a absorção dos enxertos é a ausência de irrigação sanguínea. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11
    Jovem com a face atrofiada j  fez o procedimento.
  • Sábado, 11 de Set de 2010 - 11:28:08
  • Fonte: FOLHA DE SÃO PAULO - SP

    DO RIO

    Uma carioca de 23 anos foi a primeira a receber enxerto de gordura enriquecido com células-tronco.

    O objetivo era atenuar os efeitos da síndrome de Romberg, doença congênita que leva à atrofia de tecidos do rosto.

    Luciana (nome fictício) diz que há sete anos começou a notar a perda gradual do volume do lado direito da face. "Não era algo que muitos notassem, mas me incomodava muito."
    Já tinha passado por quatro cirurgiões plásticos e estava desanimada com os avisos de que o enxerto não duraria muito, quando soube do trabalho no Instituto Pitanguy. Decidiu se submeter.

    "O máximo que pode acontecer é o enxerto ser absorvido também", diz ela, que passou pela experiência há um mês. A aparência do rosto, logo depois, a assustou. "Ficou muito inchado, só agora começa a ficar bom." LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11
    Os números impressionam: São mais de 450 expositores, 900 marcas, previsão de 110 mil visitantes e a estimativa de que sejam movimentados cerca de R$ 305 milhões em quatro dias. Esta é a Beauty Fair, feira do mercado de beleza que aconteceu até terça (31/08) em São Paulo. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11
    Fonte: O ESTADO DE SÃO PAULO - SP

    Herton Escobar - O Estado de S.Paulo

    O Brasil é dono da maior biodiversidade do mundo, com enorme potencial para o desenvolvimento de fármacos, cosméticos e outra tecnologias baseadas em produtos naturais. Mas nunca conseguirá tirar proveito desse potencial se não controlar seu medo da biopirataria e se abrir para parcerias com cientistas e empresas internacionais, que possuem a infraestrutura e os recursos necessários para fazer esse tipo de desenvolvimento.

    IQSC-USP
    "Desenvolver uma droga consome pelo menos 10 anos de pesquisa e US$ 1 bilhão. E, ainda assim, só uma em cada dez candidatas chega de fato ao mercado. Quem é que vai fazer esse investimento no Brasil?", diz o químico William Fenical, da Universidade da Califórnia em San Diego (UCSD), que esteve no País na semana passada para um evento sobre biodiversidade marinha do programa Biota, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11
    Venda direta nao ocorre mais porta a porta.
  • Sábado, 11 de Set de 2010 - 11:17:46

  • Françoise Terzian

    O Brasil é um paradoxo quando o assunto é o consumo. Aomesmo tempo em que as vendas de artigos de higiene pessoal e beleza apresentam alto giro nas gôndolas dos supermercados, drogarias e perfumarias, o consumidor também avança nas compras por catálogos.

    Como anda o mercado de porta a porta?

    Na verdade, o conceito de porta a porta não existe mais, porque ninguém mais abre as portas de casa para um desconhecido. Ele migrou para venda direta, feita por familiares, colegas de trabalho e por profissionais que trabalham em locais como cabeleireiro, esteticista, etc. No Brasil, o mercado de vendas diretas tem um histórico muito

    “Hoje, os produtos de venda direta brasileira são comparáveis aos melhores cosméticos do mundo”

    bom, com crescimento de mais de dois dígitos nos últimos 10 anos. O crescimento consecutivo é forte e sustentado em três pontos: relacionamento, produtos de qualidade e conveniência. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET10
    Fonte: FOLHA DE SÃO PAULO - SP

    DE SÃO PAULO - O hábito de tomar remédios para controlar insônia e ansiedade pode aumentar o risco de morte em 36%, sugere um estudo canadense, da Universidade de Laval, publicado no "Canadian Journal of Psychiatry".
    Os autores chegaram ao resultado após avaliar dados de 14 mil canadenses, com idades entre 18 e 102 anos, ao longo de doze anos.
    As pessoas que tomavam esse tipo de medicamento pelo menos uma vez ao mês tiveram taxas de mortalidade em torno de 15% -contra índices de 10,5% entre os que nunca tomaram ansiolíticos ou remédios para dormir.
    Dados sobre consumo de álcool e tabaco, atividade física e presença de sintomas depressivos foram controlados.
    Pílulas para dormir e ansiolíticos afetam o tempo de reação, o estado de alerta e a coordenação motora. Isso pode levar a quedas e acidentes.
    Os remédios afetam o sistema nervoso central, aumentando o risco de suicídio.
    As drogas também inibem o sistema respiratório, agravando problemas durante o sono.
    "Esses remédios não são doces e tomá-los está longe de ser inofensivo", afirmou Geneviève Belleville, líder do estudo, em comunicado. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET10
    Fonte: FOLHA DE SÃO PAULO - SP

    DE SÃO PAULO - Cientistas da University College London, Inglaterra, concluíram que pessoas com aperto de mão forte estão propensas a viver por mais tempo do que aquelas cujo cumprimento é fraco.

    Segundo apontou a pesquisa, os índices de mortalidade eram 67% maiores entre aqueles com aperto fraco se comparados aos que cumprimentam com as mãos mais firmes.

    O estudo levou em conta mais de 30 pesquisas que já haviam sido realizadas, associando a capacidade física à mortalidade. A maioria dos pacientes analisados era maior de 60 anos.

    Além da firmeza no aperto de mão, outros dados como a habilidade para se levantar de uma cadeira, capacidade de se equilibrar em uma perna só e velocidade para caminhar foram analisados.

    Em todos os casos, aqueles que tinham os piores resultados estavam mais suscetíveis a ter uma morte prematura. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET09

    A Johnson & Johnson lança um canal on-line para promover a linha Clean & Clear. No Viva Clean, as consumidoras encontram informações sobre beleza, cuidados com a pele, moda e relacionamento. A cada semana, as internautas poderão escrever comentários nos textos e os melhores concorrerão a kits de produtos da marca, por meio da ação “Garotas de Atitude”.

    O portal oferece ainda um teste interativo para que os visitantes descubram qual o seu tipo de pele e, ao final, são indicados os produtos Clean & Clear ideais para cada pessoa. O Viva Clean promove também o concurso cultural “Um conselho para o mundo”, que premiará o vencedor com um par de ingressos para o SWU Music x Arts Festival e um kit de produtos. Para participar, basta responder à pergunta “Qual é a sua dica para tornar a vida das pessoas ao seu redor mais Clean?”. Quem assina o Viva Clean é a agência iThink.

    Fonte: Mundo do Marketing - 09/09/2010
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET08
    Clinique corta precos para ganhar escala
  • Quarta, 08 de Set de 2010 - 10:33:22
  • A subsidiária brasileira da Clinique recebeu uma boa notícia do comando da empresa no mundo na semana passada. A filial foi informada que a Clinique Brasil se tornou a segunda maior operação do grupo na América Latina em faturamento bruto. Com isso, a filial superou o Chile e a Venezuela e só está atrás do México, onde a companhia tem uma operação já consolidada há 25 anos. Isso aconteceu pouco mais de um ano após a multinacional, controlada pela americana Estée Lauder, decidir que era o momento de trabalhar melhor a marca no mercado brasileiro.

    Em meados de 2009, a Clinique começou a colocar na rua um projeto de expansão da marca no Brasil, com metas claras e formas mais detalhadas de conseguir atingir esses resultados. Na origem desse processo estava uma decisão considerada rara entre as marcas estrangeiras de cosméticos, e vital para que o plano desse certo. A Clinique decidiu mexer em sua margem de lucro para que o volume vendido crescesse a curto prazo. O grupo queria, dessa forma, que a Clinique passasse a ser vista como uma marca de "luxo acessível", diz Karina Yamamoto, diretora da Clinique no Brasil. É uma nova categoria que tem sido chamada pelos especialistas de "masstige" união de "mass" (massa) com "prestige" (prestígio). Na área de cosméticos, o segmento é um dos que mais cresce no país, segundo Marcel Motta, analista da Euromonitor. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET08
    Unilever quer usar alga no lugar de oleo de palma
  • Quarta, 08 de Set de 2010 - 10:30:46
  • Diante da dificuldade enfrentada pelas fabricantes de alimentos e produtos de higiene para obter o crucial ingrediente óleo de palma, a Unilever aposta agora numa alternativa simples mas que promete: as algas.

    A empresa anglo-holandesa, que usa óleo de palma para fabricar o sabonete Dove, o hidratante Vaseline e o sorvete Magnum, deve anunciar hoje um investimento de milhões de dólares na Solazyme Inc., uma empresa de South San Francisco, Califórnia, que produz óleo de alga, um líquido com potencial para substituir o óleo de palma em alimentos, sabonetes e loções e também servir de biocombustível para aviões.

    O investimento da Unilever ocorre num momento em que grandes fabricantes de alimentos enfrentam pressão de ecologistas para coibir o uso do óleo de palma, cuja colheita contribuiu para o desflorestamento da Indonésia e da Malásia e consequente destruição de áreas naturais onde vivem orangotangos.

    O uso do óleo de alga em loções ou alimentos pode ajudar as empresas a fortalecer uma imagem ecológica e reduzir sua exposição ao volátil mercado de commodities como óleos de palma, soja e amêndoas.
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET06
    Sanofi-Aventis eleva oferta pela Genzyme
  • Segunda, 06 de Set de 2010 - 11:30:58
  • Fonte: O ESTADO DE SÃO PAULO - SP

    A farmacêutica Sanofi-Aventis fez uma nova oferta de aquisição da companhia de biotecnologia americana Genzyme de US$ 71 por ação, em troca da possibilidade de fazer uma duediligence (análise de dados) parcial da companhia, segundo informou o serviço de notícias financeiras DealReporter, citando fonte próxima à negociação.

    O serviço, que é ligado ao grupo Financial Times, afirmou que a oferta maior deve ser a última proposta informal da Sanofi enquanto não obtiver mais informações sobre as finanças da empresa americana. Uma porta voz da Sanofi não quis comentar a notícia, e não foi possível contatar a Genzyme. A Sanofi fez uma oferta formal de US$ 69 por ação da Genzyme, depois de tentar um acordo com os dirigentes da empresa de biotecnologia. O conselho de administração da Genzyme já se posicionou contra a oferta, considerando-a baixa. Mesmo assim, esse aumento da oferta, considerado modesto, provavelmente não dará acesso para a Sanofi aos dados da Genzyme, afirmaram duas fontes ao Deal Reporter. A gigante farmacêutica francesa comunicou à Genzyme que não deve aumentar sua oferta para entre US$ 74 e US$ 75 por ação, considerado o valor mínimo para a Genzyme divulgar seus dados financeiros, disse a primeira fonte e um acionista majoritário da Genzyme ao Deal-Reporter. / REUTERS LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET06
    Fonte: O ESTADO DE SÃO PAULO - SP

    BRUXELAS - A Comissão Europeia, órgão executivo da União Europeia (UE), criticou os controles do Brasil sobre toxinas em suas frutas secas, pois considera que eles não garantem que as exportações ao mercado europeu cumpram os limites que exige a UE, segundo um relatório publicado nesta quarta-feira, 8.

    Trata-se de conclusões de uma missão de especialistas do Escritório Veterinário e Alimentar (FVO, na sigla em inglês) da Comissão ao Brasil, realizada em março, para examinar a vigilância contra a contaminação de aflatoxinas - toxinas naturais que atingem amendoins, amêndoas e outros frutos secos e podem contribuir para o desenvolvimento de câncer.

    Os especialistas europeus consideram que, com os sistemas de controle das autoridades brasileiras, não está garantido que o envio de frutos secos do Brasil cumpra as exigências da UE. Para a comissão, o País deve fazer "mais esforços" na cadeia de produção alimentícia. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET06
    Servidor do Lafepe entrar  em greve proxima semana
  • Segunda, 06 de Set de 2010 - 11:25:53

  • Fonte: JORNAL DO COMÉRCIO - PE

    Trabalhadores dos setores administrativo e de produção do Laboratório Farmacêutico do Estado de Pernambuco (Lafepe) decidiram ontem que entrarão em greve na próxima quinta-feira (16). A população de baixa renda deve ser a maior prejudicada com a paralisação. Remédios como dipirona, polivitamínicos e vasodilatadores ficarão com abastecimento comprometido, segundo o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Produtos Farmacêuticos de Pernambuco (Sindtrafarma), Elvio Mozart Montenegro.

    O Lafepe conta hoje com 700 funcionários. Eles deram largada à campanha salarial deste ano no início do mês de agosto. De lá para cá, a categoria não entrou em acordo com a diretoria da Lafepe em relação ao reajuste da remuneração. Enquanto os 700 funcionários da empresa brigam por um aumento mínimo de 9%, o Lafepe propõe apenas 6%. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET06
    Fonte: JORNAL DO BRASIL ON LINE - RJ

    RIO DE JANEIRO - Diferentemente do que a literatura vem mostrando, um estudo internacional publicado recentemente sugere que pacientes que recebem nutrição parenteral em casa descrevem de forma positiva qualidade de vida. Entretanto, segundo Marion Winkler, do Rhode Island Hospital, nos Estados Unidos, e colegas os participantes relataram um forte desejo de atingir uma normalidade em suas vidas. O estudo em questão foi publicado na edição de julho-agosto do Journal of Parenteral and Enteral Nutrition.

    Os autores contam no artigo que 24 adultos que recebiam nutrição parenteral em casa participaram da pesquisa. Vale lembrar que os participantes estavam recebendo nutrição parenteral em casa por períodos diferentes: 25% recebiam por menos de 2 anos, 20,8% por 2 a 5 anos, 25% por 5 a 10 anos e 29,2% por mais de 10 anos. Os autores afirmam que os participantes viam a nutrição parenteral em casa como um salva-vidas e uma rede de segurança nutricional. Qualidade de vida foi definida como "aproveitar a vida", "ser feliz, satisfeito ou contente com a vida" e "ser capaz de fazer o que se quer fazer, quando quiser fazê-lo." Os participantes descreveram sua qualidade de vida como "boa" e "maravilhosa". Porém, os pesquisadores afirmam que o estilo de vida dos participantes foi afetado por problemas de saúde e de resistência, por diarreia, ostomia (abertura cirúrgica que traz parte do trato urinário ou intestino à superfície para que dejetos sejam expelidos) e por variações na flexibilidade dos horários de infusão. Dos 24 participantes, 95,8% apresentavam síndrome do intestino curto e 4,2% pseudo-obstrução. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET06
    Consumo exagerado provoca intoxicacao
  • Segunda, 06 de Set de 2010 - 11:18:26
  • Fonte: FOLHA DE SÃO PAULO - SP

    A busca por melhorar o desempenho pode trazer mais prejuízos do que vantagens. É o que acontece quando o uso de suplementos é feito sem prescrição médica e a ingestão diária dos nutrientes passa dos limites indicados.

    "O consumo excessivo de nutrientes me preocupa tanto quanto a contaminação. Esses casos são muito comuns", afirma a nutricionista Suzana Bonumá.

    Um dos problemas mais frequentes é a ingestão exagerada de proteínas e aminoácidos, presentes em fórmulas que prometem aumento da força e maior definição dos músculos.
    "Há um limite máximo de consumo diário. Falamos em um grama por quilo de peso, para pessoas que não fazem exercício físico nenhum, 1,6 grama por quilo de peso para aquelas fisicamente ativas e no máximo 1,8 grama por quilo de peso para atletas de alto rendimento", diz o educador físico Jocelito Martins. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET06
    Fonte: FOLHA DE SÃO PAULO - SP

    DA ENVIADA ESPECIAL A GRAMADO (RS) - A prática de atividade física, a longo prazo, é capaz de tornar mais estáveis os índices de glicemia de uma pessoa com diabetes tipo 1 ou 2.

    "Quanto pior o condicionamento físico do diabético, maior a chance de ele ter hipo ou hiperglicemia", disse o fisiologista Levimar Araújo, durante apresentação no 29º Congresso Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia, nesta semana, em Gramado.

    Durante a atividade, o monitoramento dos índices glicêmicos, no entanto, deve ser constante, principalmente se a pessoa não estiver habituada com exercícios físicos.
    "Pelo alto gasto energético, pode haver queda brusca na glicemia e a pessoa precisará tomar insulina durante a atividade", disse Araújo, que dá aula de fisiologia na Universidade Federal de Minas Gerais.

    Os exercícios com maior perda energética, segundo ele, são os que merecem mais cuidado. Mas, com o tempo, os índices ficam mais estáveis. Por isso, mesmo a atividade aeróbica é indicada.(JV) LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET06
    Mercado paulista render  … Hebron 35% mais receita
  • Segunda, 06 de Set de 2010 - 11:07:09
  • Fonte: BRASIL ECONÔMICO

    Na manhã de hoje, uma força tarefa formada por 112 pessoas começa a visitar consultórios médicos em São Paulo representando os produtos farmacêuticos da Hebron. É grande a expectativa de Josimar Henrique da Silva, presidente da companhia pernambucana fundada há 27 anos. Em três anos, o empresário espera obter uma receita anual no estado de R$ 35 milhões. São Paulo representa 35% do faturamento da indústria farmacêutica brasileira. Hoje faturamos R$ 100 milhões e vamos crescer 35% estando aqui, calcula. Em julho do próximo ano, a companhia pretende também entrar no mercado dos três estados do Sul do país e crescer mais 17%. Na estratégia de Silva, exportações e novos produtos devem complementar o mix de receitas necessárias para obter um faturamento anual de R$ 200 milhões em2013. Os preparativos industriais para este salto já estão em fase final. Até dezembro Silva espera complementar um investimento de R$ 23 milhões que elevará a capacidade produtiva de sua fábrica em Caruaru (PE) de dois milhões de unidades mensais para seis milhões. ?Hoje estamos trabalhando no limite de nossa capacidade. A expansão nos dará condições para atender ao crescimento já programado e ainda nos permitirá reagir rapidamente caso tenhamos uma surpresa agradável no futuro, afirma o empresário. A surpresa, se vier, será americana e ainda não está contabilizada em seu planejamento para 2013. Desde 2009 a Hebron mantém um escritório nos Estados Unidos para prospectar um parceiro local. Em outubro próximo, Silva realiza uma reunião decisiva em Ohio, no centro-oeste do país, o LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET06
    Pesquisa ter  tres vezes mais aportes
  • Segunda, 06 de Set de 2010 - 11:00:41
  • Fonte: BRASIL ECONÔMICO

    A Hebron soma 20 pedidos de patentes depositados e aproximadamente 80% da receita da companhia é gerada por produtos de desenvolvimento próprio. Neste ano, o orçamento de pesquisa e desenvolvimento é de R$ 7 milhões e a meta de Josimar Henrique da Silva é aumentar este valor gradativamente até chegar a R$ 20 milhões em 2013. Concretizar os investimentos em pesquisa não tem sido uma tarefa fácil. O empresário relata que a Hebron, no início deste ano, teve de vender quatro marcas de medicamentos para a Cellofarm, controlada pelo laboratório sul-africano Aspen, com o intuito de obter recursos para investir em pesquisa. As marcas geravam uma receita anual de R$ 30 milhões. Silva prefere não divulgar o valor da transação,mas deixa transparecer uma queixa. Não precisaríamos vender se não fosse a dificuldade em obter recursos junto aos órgãos públicos de apoio a pesquisa, afirma. Os trabalhos de pesquisa e desenvolvimento da Hebron seguem a linha de pesquisas biotecnológicas. O arsenal químico para o desenvolvimento de medicamentos está se esgotando, enquanto a biotecnologia ainda apresenta inúmeras possibilidades, diz o empresário. No momento, a empresa estuda 12 microorganismos probióticos. São quatro os focos dos trabalhos: antibióticos, insulinas, hemoderivados e hormônios. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET06
    Alimentacao correta na infancia previne doencas futuras
  • Segunda, 06 de Set de 2010 - 10:58:29
  • Fonte: FOLHA DE LONDRINA - PR

    Síndrome metabólica, diabetes, pressão alta, doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer podem ter origem nos alimentos ingeridos ainda na infância, de acordo com o Dr. Durval Ribas Filho, médico nutrólogo e presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran). As consequências de uma alimentação inadequada no início da vida serão discutidas no XIV Congresso Brasileiro de Nutrologia, que acontece de 15 a 17 de setembro, em São Paulo.

    "Alimentos de alta densidade energética para bebês e crianças favorecem a proliferação de células adiposas que se perpetuam, gerando algumas doenças no futuro", alerta o médico nutrólogo. Essa dieta incorreta predispõe o desenvolvimento de substâncias pré-oxidativas, que degeneram as células e provocam as chamadas doenças crônico-degenerativas - como diabetes, hipertensão arterial, dislipidemia, envelhecimento precoce e até câncer, por exemplo.

    O Dr. Ribas ressalta que a amamentação é capaz de proteger a criança para o resto da vida. "Obesidade, hipertensão arterial, dislipidemias e alguns tipos de câncer e doenças autoimunes têm mais chances de ser evitados se a criança receber amamentação materna durante o tempo recomendado".
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET06
    Rem‚dios substituem educacao e controle
  • Segunda, 06 de Set de 2010 - 10:56:50
  • Fonte: FOLHA DE LONDRINA - PR

    O medicamento usado no tratamento do Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) - vendido como Ritalina (Novartis) e Concerta (Jassen-Cilag) - está entre as substâncias controladas mais consumidas no País. Entre 2000 e 2008, o número de caixas vendidas passou de 71 mil para 1,147 milhão - aumento de 1.616%. A alta no consumo suscitou questionamentos sobre a banalização do uso do remédio à base de metilfenidato entre crianças e adolescentes.

    Alguns especialistas apontam a demanda reprimida por um tratamento que existia e ainda existe no Brasil como causa do inchaço nas vendas. Para outros, é resultado de diagnósticos malfeitos - crianças que não se encaixam no padrão de aprendizagem e comportamento estariam sendo ´´domadas´´ à base de psicotrópicos. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET06
    Pais tem dificuldades de impor limites
  • Segunda, 06 de Set de 2010 - 10:55:09
  • Fonte: FOLHA DE LONDRINA - PR

    É na escola, onde a criança desenvolve grande parte de seu processo de socialização, que o uso da Ritalina vem sendo mais percebido. A reportagem ouviu relatos de educadores que confirmam a incidência do uso do medicamento em até 18% dos alunos de uma mesma sala de aula. Para os professores, há casos em que o remédio é realmente necessário - nos de alunos hiperativos -, mas a banalização é uma realidade. ´´A causa é o imediatismo de muitos pais e neurologistas, que querem medidas rápidas´´, afirma Raquel (nome fictício), de 48 anos, professora de ciências de uma escola particular de classe média alta.

    Alguns educadores dizem que o uso indiscriminado do remédio está vinculado à dificuldade que algumas famílias têm de impor limites aos filhos. ´´É comum ouvirmos ´não sei o que faço com meu filho. Ele toma medicação, mas não sei o que fazer´´´, conta Isadora (nome fictício), de 43 anos, professora de história do ensino fundamental. ´´Ouço pais falando ´meu filho tem 13 anos e mudou muito. Vou levá-lo ao neurologista e ao psiquiatra.´ Ele tem 13 anos, é claro que mudou: é a idade de ser agitado´´, diz a professora de história Larissa (nome fictício), de 32 anos. ´´Se criassem uma escola que ensinasse os pais a educarem as crianças, seria um sucesso. Muitos priorizam a carreira e, quando percebem mudanças nos filhos, decidem levá-los ao médico.´´ LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET06
    Uso indevido pode causar dependencia
  • Segunda, 06 de Set de 2010 - 10:52:47
  • Fonte: FOLHA DE LONDRINA - PR

    De acordo com o neuropediatra Clay Brites, de Arapongas, antes de entrar com a Ritalina, a criança deve passar por uma avaliação por idade. ´´Geralmente crianças até os quatro anos de idade tendem a ser mais agitadas. Mas o uso do medicamento só deve ser prescrito quando há uma associação da agitação com problemas de atenção e concentração, e esse conjunto gerar prejuízos afetivo, social e acadêmico´´, afirma.

    As pessoas em geral associam a Ritalina a crianças agitadas. E isso nem sempre é o correto, de acordo com o especialista. O TDAH, segundo Brites, deve ser tratado através de um tripé associativo de psicoterapia comportamental, abordagem pedagógica e medicamento. ´´Mas muitos profissionais estão centrando foco na ritalina e esquecendo dessa abordagem. O sistema público, o sistema privado e o sistema familiar não querem mudar seus hábitos e os hábitos educacionais das crianças e têm lançado mão do medicamento de forma inoportuna´´, critica. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET06
    Iogurte: proteinas e muito c lcio para comer de colher
  • Segunda, 06 de Set de 2010 - 10:50:47
  • Fonte: FOLHA DE LONDRINA - PR

    Proteínas, vitaminas, minerais, fósforo e cálcio - muito cálcio. Tudo isso dentro do potinho, para comer de colherada e no sabor que você quiser: do tradicional morango, passando por baunilha, mamão e nozes. Esse é o iogurte, um leite fermentado produzido a partir da adição de lactobacilos, tipo de bactéria benéfica.

    Esses microorganismos utilizam o açúcar do leite (lactose) para produzir energia e se proliferar e eliminam ácido láctico, substância que aumenta a acidez da flora intestinal e inibe a proliferação das bactérias nocivas. Os lactobacilos são resistentes ao ácido gástrico e à bile e, por isso, chegam ao intestino. Acredita-se que o alimento começou a ser consumido há mais de 3 mil anos pelos povos nômades, que utilizavam conhecimentos milenares para conservar alimentos perecíveis.

    De sabor levemente azedo, o iogurte caiu no gosto de boa parcela dos consumidores quando passou a ser aromatizado. "A adição de frutas aumenta de maneira eficaz a aceitação do produto, pois nem todos os consumidores preferem o iogurte na sua forma natural", conta Julieta Regina Moraes, nutricionista do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE).
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET06
    Vitrine: Linha Ekos Acai
  • Segunda, 06 de Set de 2010 - 10:27:37
  • Vitrine: Linha Ekos Açaí



    Depois de muita expectativa é chegada a hora de celebrar o momento da colheita. Em seu tempo, a natureza fez crescer mais uma safra de um dos frutos nativos mais conhecidos e apreciados pelo brasileiro: o Açaí. A Safra 2010 rendeu e já está de volta ao portfólio da Natura. Os lançamentos estarão disponíveis a partir de setembro, em edição limitada que permanece até dezembro. "Com a utilização do Açaí na linha Ekos, a Natura inaugurou em 2009 o conceito de Safras. Assim como nas safras da natureza, os produtos ficam disponíveis apenas por um período no ano e retornam no ano seguinte ao portfólio com os produtos mais vendidos e novidades", explica Gilberto Xandó, diretor de unidade de negócio da Natura.

    Fonte: Diário do Nordeste - CE - 06/09/2010
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET05
    Suplementos tem substancias proibidas
  • Domingo, 05 de Set de 2010 - 11:19:59
  • Fonte: FOLHA DE SÃO PAULO - SP

    Pelo menos 20% dos suplementos alimentares vendidos no mercado brasileiro estão "contaminados" com substâncias proibidas ou controladas.

    Esses produtos, usados por atletas e frequentadores de academia, têm fórmulas turbinadas com sibutramina (substância que aumenta a sensação de saciedade), diuréticos, estimulantes e esteroides anabolizantes.

    A estimativa - e o problema- são consenso entre médicos que participaram do 29º Congresso Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia, que aconteceu esta semana, em Gramado.

    Suplementos alimentares são isentos de obrigatoriedade de registro sanitário na Anvisa. O órgão classifica os produtos como alimento, e não medicamento. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET05
    Fonte: FOLHA DE SÃO PAULO - SP

    DA REUTERS - Comprimidos diários com altas doses de vitamina B podem parar o processo de encolhimento do cérebro em idosos com problemas de memória e, também, adiar a progressão da demência, segundo pesquisa da Universidade Oxford, na Inglaterra.
    O estudo acompanhou por dois anos 168 voluntários com transtorno cognitivo leve, que receberam pílulas com altas doses de ácido fólico, vitaminas B6 e B12 ou placebo.

    Essas vitaminas controlam os níveis de um aminoácio no sangue ligado a um maior risco de doença de Alzheimer.

    Os resultados, publicados no periódico da Public Library of Science, mostram que o cérebro de quem tomou as vitaminas encolheu 0,76% ao ano, contra 1,08% entre os que tomavam placebo. O primeiro grupo também teve resultados melhores em testes cognitivos.

    "Nossa esperança é que esse tratamento simples e seguro possa adiar o desenvolvimento de Alzheimer em pessoas com problemas leves de memória", afirmou David Smith, coautor do estudo. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA