int(1146) string(62) "Table 'saisdate_loja.stock_color_size_temporary' doesn't exist" int(1146) string(62) "Table 'saisdate_loja.stock_color_size_temporary' doesn't exist" int(1146) string(62) "Table 'saisdate_loja.stock_color_size_temporary' doesn't exist" Blog - Sais da Terra

Blog - Sais da Terra

SET21
Fonte: O GLOBO - RJ

LONDRES - Nem sempre as expressões faciais dos bebês mostram suas verdadeiras emoções, mostra matéria publicada esta semana no jornal britânico ´The Independent´. Todas as mães se baseiam nas expressões faciais de seus pequeninos para entender como eles estão se sentindo, mas um novo estudo mostra que nem sempre o sorriso corresponde à sensação de felicidade ou tranquilidade.

No teste, médicos do hospital da University College, em Londres, mediram a atividade cerebral dos bebês antes de um procedimento doloroso, como o teste do pezinho. Descobriram que, mesmo quando os nenéns não choravam ou faziam cara de dor, eles tinham uma atividade maior na área de dor do cérebro. A pesquisa é especialmente importante para quem cuida de bebês prematuros, que costumam passar por exames invasivos diversas vezes por semana até receberem alta. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
SET21
Fonte: O GLOBO - RJ

RIO - As barras de cereal podem ser muito convenientes, mas nem todas são um lanche saudável. Dúvida? Um levantamento feito com as principais marcas vendidas no Brasil e no exterior e publicado no livro "Eat This, Not That!" ("Coma isso, não aquilo", em inglês) mostra que, muitas vezes, as barrinhas contêm excesso de açúcar, corantes artificiais e gordura, e não cumprem o que prometem na embalagem. Uma outra pesquisa, feita pela Faculdade de Saúde Pública, na Inglaterra, mostrou que algumas barrinhas chegam a ser 70% açúcar, o triplo de uma bola de sorvete.

Pouca proteína, muita gordura: As barras de proteína, geralmente indicadas para atletas, não costumam ter a quantidade necessária do nutriente para serem consideradas um bom substituto das fontes animais. Poucas têm a quantidade recomendada de aminoácidos essenciais. Na hora de comprar a sua barrinha de proteína, prefira aquelas com proteínas do leite (whey ou caseína) entre os primeiros ingredientes, em vez daquelas enriquecidas com colágeno ou colágeno hidrolisado.
LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
SET21
Fonte: G1

Homens e mulheres que não querem mais ter filhos podem recorrer ao Sistema Único de Saúde (SUS). Mas, para conseguir as cirurgias de vasectomia ou laqueadura pelo SUS, é preciso passar por várias etapas. E os médicos alertam: deve-se pensar muito bem antes de tomar a decisão.

Na laqueadura, também conhecida como ligadura, o médico corta as trompas e amarra as extremidades, impedindo o encontro do espermatozóide com o óvulo. Geralmente, a mulher fica em observação por um dia. A operação, em alguns casos, é rápida, durando em torno de 25 minutos.

Já a vasectomia, no caso do homem, é ainda mais simples. É feito um corte no canal por onde passam os espermatozóides e a área é cauterizada, fechando a passagem. A cirurgia leva, em média, 10 minutos. Na maioria dos casos, o paciente é liberado poucas horas depois.

A laqueadura e a vasectomia são oferecidas gratuitamente pelo SUS. Embora seja possível reverter as cirurgias, o procedimento nem sempre é eficaz, segundos os médicos. ?Garantir que o óvulo vai passar direitinho, de um extremo ao outro, que vai fecundar com o espermatozóide, não é possível dar essa garantir. No caso da vasectomia, é a mesma coisa. É difícil garantir que o homem vai ter sua fertilidade de volta?, disse o cirurgião Daniel Medrano.
LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
SET21
Fonte: RCMPHARMA

Dois dos principais colaboradores da farmacêutica portuguesa Alfama, Roberto Motterlini e Leo Otterbein, são os autores de um artigo a publicar na próxima edição da prestigiada revista Nature, colocado quarta-feira no site da revista. avança comunicado de imprensa enviado pela companhia.

O artigo de revisão, entitulado "The therapeutic potential of carbon monoxide", centra-se nas impressionantes propriedades terapêuticas do monóxido de carbono (ou CO), bem como no enorme potencial das moléculas libertadoras de CO (CO-RMs) como nova classe de fármaco de alto impacto. Ao longo do texto, os autores fornecem numerosos exemplos de como o CO e as CO-RMs previnem ou revertem processos patológicos ? sobretudo nas áreas da inflamação, cardiovascular e dos transplantes ? e adiantam explicações detalhadas para o modo de actuação destas moléculas. O artigo salienta também os ensaios clínicos actualmente em execução para avaliar os efeitos terapêuticos do CO em seres humanos. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
SET21

Fonte: RCMPHARMA

O Governo aprovou esta quinta-feira na generalidade um decreto-lei que regula a possibilidade de abertura de farmácias 24 horas por dia, todos os dias da semana.

Na conferência de imprensa realizada no final da reunião semanal do Conselho de Ministros, a ministra da Saúde, Ana Jorge, explicou que o diploma permite ?clarificar as situações? e ?evitar situações confusas de interpretação daquilo que é a legislação?.

?É a prevenção de situações de conflito judicial?, sublinhou.

A semana passada o Infarmed proibiu uma farmácia de Lisboa (da zona de Benfica) de funcionar entre as 24:00 e as 06:00, depois de seis farmácias da mesma zona terem interposto uma providência cautelar contra a farmácia e o Infarmed. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
SET21
Fonte: RCMPHARMA

Os serviços nacionais de saúde poupam centenas de milhões de euros todos os anos graças às farmácias, revela um estudo apresentado esta quinta-feira no Congresso Mundial da Farmácia e das Ciências Farmacêuticas, que decorre em Lisboa, citado pelo Destak. Isto porque muitos doentes dirigem-se primeiro às farmácias antes de consultarem um médico.

Só na Finlândia, revela o relatório, foram poupados 500 milhões de euros em apenas um ano. E isto simplesmente porque as pessoas pediram conselhos ao farmacêutico para problemas gerais de saúde, em vez de correrem logo para o médico.

O trabalho, realizado pela PricewaterhouseCoopers e pela Associação Finlandesa de Farmácias, em 2009, junto de quase duas centenas de farmacêuticos mostrou o que, explicou Erkki Kostiainen, da associação, já se sabia mas ainda não tinha sido possível quantificar. "Decidimos que valia a pena verificar quanto é que este trabalho gratuito levado a cabo pelos farmacêuticos comunitários poderia poupar aos serviços de saúde. Pensávamos que a poupança seria substancial, mas é justo dizer que ficámos surpreendidos ao descobrir o seu verdadeiro valor", referiu o especialista em Lisboa. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
SET16
Caixa firma parceria com Loacqua di Fiori.
  • Quinta, 16 de Set de 2010 - 11:20:22
  •  
    A Caixa Econômica Federal e a L’acqua di Fiori firmaram parceria para a comercialização de cartões de crédito de marcas compartilhadas. Os cartões poderão ser adquiridos em todas as lojas L’acqua di Fiori a partir de novembro deste ano, quando a rede de lojas completa 30 anos de existência. Embora ainda não estejam disponíveis nacionalmente, os cartões já podem ser encontrados em algumas das franquias localizadas em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Ceará, num projeto piloto.

    Os novos cartões de marcas compartilhadas serão divulgados e comercializados pela L’acqua di Fiori e administrados pela CAIXA nas modalidades Internacional e Profissional. Os cartões destinam-se aos clientes e revendedores da perfumaria. A estimativa é que sejam comercializados, nos cinco primeiros anos da parceria, mais de 60 mil cartões.

    Os produtos, quando usados no âmbito da L’acqua di Fiori, terão características exclusivas, como limite em dobro e parcelamento em até 24 vezes com juro diferenciado. Os cartões podem ser utilizados em quaisquer outros estabelecimentos comerciais credenciados a bandeira MasterCard e contam com todos os benefícios dos cartões da CAIXA.

    A aliança da CAIXA com a L’acqua di Fiori está alinhada com a estratégia do banco de atuação no mercad LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET13
    Sundown, Nivea e LoOr‚al antecipam producao
  • Segunda, 13 de Set de 2010 - 11:22:47
  • Cerca de 30% dos brasileiros usam filtro solar. A baixa adoção do produto representa, ao mesmo tempo, riscos e oportunidades para as marcas que brigam por uma gorda participação de mercado.

    Embora ainda faltem 11 dias para a chegada da primavera e pouco mais de três meses para o início da temporada mais quente do ano, a indústria de protetores e bloqueadores solares já se encontra em pleno aquecimento para o verão. Na expectativa de vender até 40% a mais no verão 2010/2011 em relação à temporada 2009/2010, alguns fabricantes anteciparam o início da produção e mandaram suas equipes comerciais mais cedo para as ruas, a fim de repassar ao varejo seus lançamentos e boas expectativas de vendas. Historicamente, o mercado de filtros solares costuma se movimentar entre o final de outubro e o início de novembro. Neste ano, contudo, a onda de calor que surgiu em pleno inverno e o Carnaval programado para acontecer em março — e não em fevereiro como em 2009 —, estão levando a indústria a trabalhar com a ideia de “verão estendido” e com perspectivas financeiras em alta. Embora os Estados Unidos sejam o maior mercado consumidor de filtro solar do mundo, é no Brasil que os fabricantes esperam obter as melhores taxas de crescimento no próximo verão. Na última temporada, estima-se que as vendas de filtro solar cresceram por volta de 30%. De acordo com a Nielsen, no acumulado de 2009, o giro de filtro solar foi 17% superior ao ano anterior, atingindo um montante de R$ 727 milhões, sem contar as vendas na modalidade porta a porta. Para este ano, a expectativa & LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA

    SET12
    Fonte: FOLHA DE SÃO PAULO - SP

    SABINE RIGHETTI
    ENVIADA AO GUARUJÁ (SP)

    A resposta ao tratamento da Aids depende da variante do vírus que causa a infecção e das características genéticas do próprio paciente. Mas os estudos sobre a doença estão focados apenas nos genes das pessoas e dos subtipos de HIV de países ricos.

    O alerta veio de cientistas que participaram ontem de uma discussão sobre os aspectos genéticos da infecção pelo HIV, no 56º Congresso Brasileiro de Genética, que acontece no Guarujá (SP).

    O grande problema é que o subtipo C da doença -o menos estudado- equivale à metade das infecções no mundo. Na Europa e no continente americano, que produzem cerca de 90% das pesquisas sobre a Aids, prevalece o subtipo B do vírus.

    "A maioria dos estudos feitos com design de drogas anti-HIV hoje é para o subtipo B. Mas diferentes subtipos do vírus HIV têm comportamentos distintos em relação ao coquetel de drogas", explica o biólogo Marcelo Alves Soares, da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

    Os subtipos "não-B" são os que prevalecem em todo mundo. "Agora, estão se espalhando para os países desenvolvidos", afirma ele.
    O Brasil também é afetado. Há um aumento da incidência de vírus tipo C, principalmente no Rio Grande do Sul.
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET12
    Parapl‚gicos testam nova terapia celular.
  • Domingo, 12 de Set de 2010 - 17:48:22

  • Fonte: FOLHA DE SÃO PAULO - SP

    DENISE MENCHEN
    DO RIO

    O Centro de Biotecnologia e Terapia Celular do Hospital São Rafael, em Salvador, deu início na semana passada a um estudo pioneiro para testar a eficácia do uso de células-tronco adultas em pessoas com paraplegia.

    As células serão aplicadas no local da lesão medular -em estudos anteriores, foram inseridas em uma artéria que irrigava a medula.

    O objetivo da etapa inicial, da qual participam 20 voluntários, é testar a segurança do procedimento. Os pesquisadores, porém, esperam que já seja possível notar melhora na sensibilidade, nos reflexos e no controle dos esfíncteres dos pacientes.

    "O problema do paraplégico é tão sério que, se conseguirmos uma melhora na qualidade de vida, com o controle dos esfíncteres anal e uretral, já será fantástico", diz o coordenador de pesquisa, Ricardo Ribeiro dos Santos, da Fiocruz.

    Em testes com cães e gatos foi possível notar melhora nesses itens em menos de um mês. Em quase metade dos casos, os animais recuperaram parcialmente os movimentos, segundo Santos.

    O médico é cauteloso ao prever os resultados em humanos. "A expectativa não é de milagre", diz. "Ninguém quer transformar ninguém em corredor de maratona."
    Na fase inicial, os testes serão restritos a pessoas que ficaram paraplégicas há pelo menos seis meses - a maioria por acidentes de trânsito.

    A seleção de voluntários ainda está em andamento. Interessados podem enviar um e-mail para os pesquisadores (ticiana@cbtchsr.org).
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET12

    Fonte: FOLHA DE SÃO PAULO - SP

    JULIANA VINES
    DE SÃO PAULO

    Suplementos com creatina, composto que aumenta a massa muscular, podem ser usados por qualquer pessoa.
    A opinião é do pesquisador em Ciências do Esporte Melvin Williams, da Universidade Old Dominion, Virginia, Estados Unidos.

    Ele estará no Brasil entre os dias 20 e 27 para um simpósio promovido por uma marca de suplementos.
    "A substância é eficaz para quem quer ou precisa ganhar massa muscular. É indicada até para idosos", disse Williams em entrevista à Folha.

    De acordo com ele, estudos comprovam que a creatina ajuda a tratar distrofias musculares. "Há muitos mitos sobre o suplemento."
    A creatina é um composto de aminoácidos presentes em fibras musculares e sintetizado pelo corpo humano.
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET12
    Fonte: FOLHA DE SÃO PAULO - SP

    DE SÃO PAULO - Uma substância presente no agrião pode bloquear a formação de vasos sanguíneos que alimentam tumores, mostra uma pesquisa da Universidade de Southampton, na Inglaterra.

    Para chegar à conclusão, os cientistas deram uma porção de 80 g de agrião a um grupo de mulheres que já tinham tido câncer de mama.

    Exames de sangue feitos nas voluntárias nas 24 horas seguintes ao consumo detectaram níveis significativos do composto feniletil isotiocianato, do agrião, nas amostras.

    No mesmo período, os pesquisadores também constataram a inibição de uma proteína ligada à formação dos vasos sanguíneos que levam nutrientes ao tumor.

    A pesquisa acaba de ser publicada no "British Journal of Nutrition and Biochemical Pharmacology".
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET12
    Sem qualquer aviso
  • Domingo, 12 de Set de 2010 - 17:45:21

  • Fonte: CORREIO BRASILIENSE - DF

    Márcia Neri

    Há pouco mais de 15 dias, o corretor de imóveis Emivan Ramos de Souza, 32 anos, levou um grande susto ao olhar no espelho e perceber que o rosto estava desfigurado. A boca se mostrava completamente desviada para um lado, um dos olhos não fechava e metade da testa não respondia a comando algum. O único sintoma anormal sentido por Emivan momentos antes de constatar que quase 50% da face estava paralisada foi uma sensação de dormência na porção afetada, além de um estranho ardor na vista, como se ele estivesse prestes a chorar. ?Não sei o que aconteceu. Procurei socorro médico, mas ainda não recebi o resultado dos exames mais apurados. Os testes que poderiam detectar um problema vascular ou de coração não apontaram esse tipo de descompensação. Ainda estou confuso e abalado. Tenho medo de não voltar ao normal?, admite.

    Tudo indica que o corretor tenha sido vítima da paralisia facial periférica (PFP), um distúrbio de causas diversas que atinge a musculatura da face. Dependendo do grau, uma hemiface ? metade do rosto ? fica parcial ou completamente paralisada, perdendo temporariamente a sensibilidade dos músculos. Em casos muito raros e mais graves, os movimentos não são recuperados, mas, em 90% das ocorrências, a cura total pode ser alcançada. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET12
    Fonte: FOLHA ON LINE

    DA "NEW SCIENTIST"
    O açúcar pode causar efeito no cérebro semelhante ao da cocaína, segundo estudos recentes realizados nos Estados Unidos. Atualmente, há evidências convincentes de que os alimentos ricos em gordura, açúcar e sal --como a maioria de junk food-- podem alterar a química do cérebro, da mesma forma como drogas altamente viciantes, como cocaína e heroína.

    A ideia, considerada marginal há apenas cinco anos, está rapidamente se tornando uma visão comum entre pesquisadores em razão de novos estudos. Apesar disso, os mecanismos biológicos que levam ao vício em junk food ainda não foram revelados.
    Alguns cientistas dizem que há dados suficientes para justificar a regulação governamental do setor de fast food e as advertências de saúde pública sobre os produtos que têm níveis perigosos de açúcar e gordura. Um advogado de campanha afirmou que pode até haver provas suficientes para organizar uma luta legal contra a indústria do fast food por vender alimentos sabidamente prejudiciais à saúde, ecoando as ações judiciais contra a indústria do tabaco nos anos 1980 e 1990.

    "Temos que educar as pessoas sobre como seus cérebros são hipnotizados por gordura, açúcar e sal", disse David Kessler, ex-comissário da FDA (agência reguladora americana de alimentos e medicamentos) e agora diretor do Centro para Ciência no Interesse Público, com sede em Washington DC. Mas será que os doces podem ser tão prejudiciais quanto vício em drogas?
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET12
    Quimioterapia ajuda menina com artrite rara.
  • Domingo, 12 de Set de 2010 - 17:43:09
  • Fonte: G1

    Lottie foi diagnosticada com artrite juvenil (Foto: BBC)
    Uma menina britânica de seis anos de idade que sofria de artrite em todas as articulações do corpo conseguiu resultados surpreendentes fazendo tratamento com um remédio usado em pacientes com câncer.

    Lottie Lafferty foi diagnosticada com artrite juvenil, uma condição relativamente rara, quando tinha apenas três anos e sentia dores fortes ao andar e brincar.
    "Eram os dedos, os pulsos, quase o corpo todo e era como se ela estivesse presa em um corpo muito mais velho", diz Neil, o pai da menina.

    Hoje, depois do tratamento com a droga metotrexato, um tipo de quimioterapia, na Royal Victoria Infirmary de Newcastle, ela superou os sintomas e consegue correr e se divertir como qualquer menina de sua idade.
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET12
    Fonte: G1

    Do G1, em São Paulo

    O Instituto de Ortopedia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP anunciou nesta quarta-feira (15) que está com seu ambulatório aberto para tratar novos casos de doença dos ?ossos de vidro? (osteogênese imperfeita).

    Rara e hereditária, a doença torna seus portadores frágeis como esculturas que se quebram ao menor toque (daí seu nome popular). Nos primeiros meses de vida da criança, a doença, caracterizada por fraturas frequentes, já pode ser diagnosticada.
    O Ambulatório de Osteogênese Imperfeita, que atende hoje cerca de 60 pacientes, está recebendo novos pacientes de 3 a 17 anos de idade, de ambos os sexos.

    O portador ou seu representante legal deve comparecer ao instituto de Ortopedia e Traumatologia do HC, de 2ª a 6ª feira, das 7 às 16 horas, para agendar a consulta, munido de documentos pessoais e encaminhamento médico com diagnóstico. Mais informações pelo telefone: (11) 3069-6943.
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET12
    Fonte: G1

    Do Bom Dia Rio
    Dores, cólicas e refluxos são problemas comuns e facilmente observados em crianças. Mas o que muitos pais não sabem é que esses sintomas podem estar associados aos distúrbios do sono.

    Para a neurologista e especialista em distúrbios do sono, Andrea Bacelar, as queixas diurnas, frequentes em crianças, tais como agitação, choro fácil, desatenção e irritabilidade também podem estar associadas a problemas com o sono. Há ainda outros casos que precisam de uma investigação mais aprofundada como sono agitado, sono fragmentado e sonambulismo.

    Segundo a neurologista, para crianças em idade escolar, o fracasso nas notas finais, insegurança, timidez e dificuldade de relacionamento podem ser sinais de que o sono não vai bem.

    ?Precisamos levar ainda em conta que de 10% a 15% das crianças sofrem de insônia?, acrescenta Andrea Bacelar.
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET12
    O perigo pode estar em um pingo
  • Domingo, 12 de Set de 2010 - 17:40:12
  • Fonte: FOLHA DE LONDRINA - PR

    A baixa umidade do ar traz uma série de consequências para a saúde, entre elas o ressecamento e a ardência dos olhos. O olho fica vermelho e irritado, e a impressão é de que está com pequenos grãos de areia. Para aliviar esses sintomas, as pessoas lançam mão de colírios.

    É comum ver alguém usando o medicamento, seja no ambiente profissional, familiar ou nos momentos de lazer. Mas é preciso ter cuidado, pois o uso indiscriminado dessas substâncias pode acarretar sérios problemas para a visão, inclusive cegueira. O alerta é do Ministério da Saúde, que lançou recentemente uma campanha de prevenção.

    Nas ruas é fácil perceber o incômodo causado pelo clima seco. ´´Está todo mundo reclamando. A sensação causada é realmente um incômodo´´. afirma a administradora Marinês Tassi Zilio, que mesmo com o tempo seco e com os olhos irritados, não costuma usar colírio.
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET12
    Soja pode amenizar problemas de sono em idosas.
  • Domingo, 12 de Set de 2010 - 17:35:43
  • Fonte: FOLHA DE LONDRINA - PR

    Mulheres que já passaram da fase da menopausa e apresentam problemas de sono podem conseguir dormir com ajuda de um composto encontrado na soja, segundo um estudo da Universidade Federal de São Paulo, publicado na revista científica Menopause. De acordo com os autores, os compostos similares ao hormônio estrógeno, chamados isoflavonas, podem ajudar a melhorar a qualidade do sono das mulheres idosas.

    Os pesquisadores avaliaram, em um laboratório do sono, 38 mulheres na pós-menopausa que tinham insônia. Eles notaram que aquelas que passaram a tomar 80 miligramas diários de isoflavonas apresentaram, após quatro meses, uma melhora na eficiência do sono (porcentagem de tempo dormido enquanto está na cama) - passando de 78% para 84%. No grupo que tomava placebo, a eficiência aumentou para 81%. Em relação ao relato de insônia de "moderada à intensa", os resultados foram mais significativos: entre as participantes que tomavam isoflavona, essa taxa passou de 90% para 37% e, no grupo do placebo, passou de 95% para 63%. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET12
    Dez dicas que ajudam a diminuir a queda de cabelos.
  • Domingo, 12 de Set de 2010 - 17:33:39
  • Fonte: FOLHA DE LONDRINA - PR

    Queda de cabelo pode ser facilmente previnida quando observados os sintomas. Confusão é pensar que higienização é responsável por causar a queda.

    O corre-corre, turnos estafantes no trabalho, estresse, má alimentação, trânsito engarrafado, preocupações extras e outros fatores, como genética, podem ser responsáveis pela queda de cabelo. Independente do motivo, nunca é tarde para se cuidar e prevenir o problema. Abaixo, dicas do dermatologista Ademir JR., especialista em cabelos. Confira:

    1 - Reduzir seu estresse - Estudos mostram que uma boa parte dos pacientes que reclamam de queda capilar, apresentam ou apresentaram algum tipo de estresse que pode ter sido causador da queda capilar.

    2 - Ficar atento ao couro cabeludo - Boa parte dos pacientes que chegam à nossa clínica queixando-se de queda capilar, relatam que apresentam ou apresentaram ou situações de caspa ou descamação, feridas, dor e coceira de couro cabeludo. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET12
    Negado dano moral por uso de nome de farmaceutico.
  • Domingo, 12 de Set de 2010 - 17:32:41
  • Fonte: VALOR ECONÔMICO - SP

    Ministra Dora Maria da Costa: não houve uso indevido de imagem

    O Tribunal Superior do Trabalho (TST) negou pedido de um farmacêutico que buscava indenização por danos morais de uma multinacional norte-americana que, após a rescisão contratual, comercializou medicamentos em que constavam o nome do profissional como responsável técnico. Em julgamento realizado ontem, a Subseção I Especializada em Dissídios Individuais (SDI-1) rejeitou o recurso apresentado pelo trabalhador contra acórdão da 8ª Turma.

    O farmacêutico, que trabalhou para a multinacional até maio de 1994, alega no processo que a venda de produtos com o seu nome no rótulo configura "abuso de direito e violação de sua imagem, nome, honra e boa fama". Depois de perder em primeira e segunda instâncias, o trabalhador apelou para o TST. Mas a 8ª Turma, por unanimidade, negou provimento ao recurso.
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET12
    Anvisa suspende importacao de pilula do dia seguinte.
  • Domingo, 12 de Set de 2010 - 17:31:25

  • Fonte: G1

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu nesta quarta-feira (15) a importação do contraceptivo Postinor, mais conhecido como pílula do dia seguinte. De acordo com o Diário Oficial da União, foram detectadas irregularidades em uma inspeção realizada na fábrica localizada em Budapeste, na Hungria. A empresa que comercializa o medicamento no Brasil, Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. informou que a venda dos produtos disponíveis no mercado continua.

    Segundo a resolução da Anvisa, o fabricante húngaro Gedeon Richter Ltd. foi reprovado na inspeção realizada em março de 2010. Com isso, os medicamentos Postinor 2, Postinor uno e Femina ficam com a importação suspensa. As duas versões do Postinor são contraceptivos usados após a relação sexual. Já o Femina é uma pílula anticoncepcional tradicional.
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11

    Fonte: O ESTADO DE SÃO PAULO - SP

    BRASÍLIA - O uso indiscriminado de colírios, que ocorre sobretudo em períodos de baixa umidade - como os que têm sido registrados na maior parte do País -, pode provocar consequências sérias para a visão e até mesmo cegueira. Por isso, o medicamento deve ser utilizado apenas quando prescrito por um especialista.

    De acordo com o Ministério da Saúde, os olhos, assim como a pele, são órgãos que ficam expostos e, por essa razão, sofrem com as mudanças climáticas. O calor e o tempo seco podem provocar sensações desconfortáveis, como vermelhidão e irritação.

    Entretanto, o uso de qualquer tipo de medicamento - como lubrificantes oculares - não é recomendado sem orientação médica. Os colírios com antibióticos, por exemplo, se usados de forma crônica e irregular, podem causar mutações de bactérias, que se tornam mais resistentes ao remédio.

    A orientação vale, ainda, para colírios que servem para clarear a esclerótica (parte branca do olho), já que um dos efeitos colaterais é o aumento da pressão arterial. Cremes e pomadas para os olhos também devem aplicados apenas se indicados por um médico.
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11
    Direto do C‚rebro.
  • Sábado, 11 de Set de 2010 - 11:47:32
  • Fonte: DIÁRIO DE PERNAMBUCO - PE

    Belo Horizonte - Em sânscrito, ananda significa algo como serenidade ou felicidade suprema. A palavra virou inspiração para que a comunidade científica batizasse como anandamida uma substância endógena (produzida pelo organismo; no caso, o cérebro humano) descoberta em 1992. Ela pode ter efeitos analgésicos, ansiolíticos e antidepressivos semelhantes aos do THC, componente da espécie vegetal Cannabis sativa, mais conhecida como maconha. Entender melhor as funções dessa substância endógena, para que ela possa ser usada de forma medicinal, é o objetivo dos professores Fabrício Moreira e Daniele Cristina de Aguiar, que desenvolvem, na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), pesquisas sobre a anandamida, o THC e outras propriedades da Cannabis sativa.

    Os estudos têm colaboração do Instituto Max Planck de Psiquiatria de Munique (Alemanha) e dos departamentos de Neurociências e de Farmacologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, unidade de Ribeirão Preto. "Não se trata de apologia à maconha", ressalta, pela segunda vez durante a entrevista, o professor de farmacologia Fabrício Moreira, 33 anos, acrescentando que a droga causa problemas, sim. "Mas é sabido que ela tem potenciais medicinais. Nossa intenção é tirar proveito da parte positiva, usando uma substância análoga. No caso, a anandamida", explica. Em relação aos problemas causados pela maconha no organismo humano, o professor cita a perda de memória e de coordenação motora, entre outros. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11
    Enganados pela mente.
  • Sábado, 11 de Set de 2010 - 11:46:43
  • Fonte: DIÁRIO DE PERNAMBUCO - PE

    Brasília - "Será que estou ficando louco?". É a primeira pergunta que passa pela cabeça de pessoas que, em um momento ou outro, experimentam sensações desconcertantes. Pode ser a impressão de que há mais alguém em uma sala onde se está sozinho, a percepção de que a alma está saindo do corpo ou a certeza de que uma cena já ocorreu. Fenômenos como o famoso déjà-vu ou a experiência extracorpórea costumam ser associados a eventos fantasmagóricos, experiências espirituais ou à imaginação. Porém, eles despertam o interesse dos cientistas, que não se conformam com explicações sobrenaturais e, cada vez mais, estudam os mecanismos do cérebro responsáveis por esses acontecimentos. Embora não tenham elucidado completamente os fenômenos, os pesquisadores estão se aproximando das respostas.

    O segredo está no cérebro, onde "curtos-circuitos" eventuais interrompem ligações elétricas e provocam falhas temporárias. Na maioria das vezes, esses efeitos são tão pouco frequentes que não deixam mais que um incômodo em quem os sente. Mas há situações dramáticas. Às vezes, as experiências se repetem tanto que a pessoa precisa fazer tratamentos terapêuticos para lidar com elas. O médico Chris Moulin, chefe de um laboratório de estudos da memória da Universidade de Leeds, no Reino Unido, relata o sofrimento de um paciente que tinha um déjà-vu atrás do outro. "O paciente não só genuinamente acreditava que tinha me encontrado outras vezes, como dava detalhes específicos so LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11
    Luz desencadeia enxaqueca
  • Sábado, 11 de Set de 2010 - 11:44:27
  • Fonte: ESTADO DE MINAS - MG

    Carolina Lenoir

    O instinto de procurar lugares calmos e escuros quando se tem fortes dores de cabeça recebeu uma explicação científica. De 30% a 40% dos casos da crise de enxaqueca têm como fator desencadeador a exposição prolongada a luz intensa, de acordo com estudos coordenados pelo neurologista paranaense Elcio Juliato Piovesan, membro da Sociedade Brasileira de Cefaleia. No Brasil, 17% da população têm enxaqueca, sendo 21% das mulheres e 8% dos homens, especialmente na faixa etária entre 16 e 42 anos. A proporção aproximada de três mulheres para cada homem deve-se, principalmente, às oscilações hormonais (estrogênio) da mulher, comuns durante o período menstrual.

    O médico explica que as pesquisas tinham o objetivo de fazer a conexão entre a fotofobia ? uma sensibilidade excessiva à claridade ? e a enxaqueca. "A ideia de que a enxaqueca causa apenas dor de cabeça é errada, porque existe uma série de outras manifestações clínicas, entre elas a própria fotofobia." De acordo com Elcio, existem dois cenários em que a luminosidade influencia a enxaqueca. "No primeiro, o paciente já está com dor de cabeça e a exposição à luz piora essa dor. Já no segundo, a luminosidade desencadeia a enxaqueca. Nesse caso, a relação é direta: quanto mais intensa é a exposição, mais forte é a dor", diz.

    No primeiro estudo, cerca de 60 pessoas foram divididas em dois grupos, um formado por quem tinha enxaqueca e outro por quem não tinha o problema. "Os grupos foram expostos aos mesmos níveis de intensidade de luz por um períod LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11
    A doenca dos bom vivants.
  • Sábado, 11 de Set de 2010 - 11:43:29
  • Fonte: FOLHA DE LONDRINA - PR

    São Paulo - Homens com mais de 40 anos, apreciadores de boa comida e bebida, que fazem o estilo ´bom vivant´. Segundo médicos reumatologistas, esse é o perfil típico do paciente de gota, doença reumática caracterizada por inflamações agudas e dolorosas nas articulações. O grande vilão da história é o ácido úrico que, em excesso no sangue, pode formar cristais que se acumulam nas articulações e desencadeiam a crise.

    Nem todas as pessoas que têm ácido úrico elevado desenvolvem a gota. É preciso ter uma predisposição genética, algo que só é revelado a partir dos primeiros sintomas. O reumatologista Hebert Seiiti Kajiura, do Hospital Beneficência Portuguesa, explica que a primeira crise costuma ocorrer no meio da noite. ´´A pessoa vai dormir bem e acorda durante a madrugada com uma dor muito intensa, geralmente na base do dedão do pé. A dor é tanta que é como se a articulação estivesse sendo arrancada para fora´´, diz.

    Quem já passou pela crise garante que a dor é uma das mais fortes já experimentadas. ´´Até o peso do lençol sobre meu pé provoca muita dor e não dá para colocar o sapato´´, diz o ferramenteiro aposentado Fernando Pó, de 72 anos, que convive com a doença há 40 anos. Ele conta que, mesmo depois das primeiras crises, ainda demorou até que a gota fosse diagnosticada. ´´Eu ia ao médico da empresa e ele me mandava para o ortopedista, que só receitava anti-inflamatório e me liberava´´, relata. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11
    Crescimento do linfoma.
  • Sábado, 11 de Set de 2010 - 11:42:23

  • Fonte: ESTADO DE MINAS - MG

    Embora cerca de metade dos brasileiros nunca tenha ouvido falar em linfoma, a doença avança como um dos mais frequentes tipos de câncer em todo o mundo. De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), ele é o quinto mais comum e está aumentando em todas as faixas etárias, inclusive entre os mais jovens.

    Segundo Fábio Kerbauy, membro do Comitê Científico da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale), se a doença é desconhecida, os sintomas costumam ser mais ignorados ainda, levando a diagnósticos tardios e, consequentemente, ao aumento do número de casos de morte.

    Dia 15 foi instituído o Dia Mundial da Consciência do Linfoma. Serão desenvolvidas ações em todas as regionais da Abrale, justamente para levar informação ao público leigo sobre esse tipo de câncer. Em Belo Horizonte, onde se encontra um dos núcleos, haverá distribuição de material informativo e profissionais de saúde estarão disponíveis para prestar esclarecimentos sobre a doença.

    O médico explica que o linfoma é um tipo de neoplasia que se desenvolve principalmente nos linfonodos (gânglios) do sistema linfático, responsável pela defesa natural do organismo. LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11
    Comidas do tipo fast food podem viciar, diz estudo.
  • Sábado, 11 de Set de 2010 - 11:41:08
  • Fonte: JORNAL DO BRASIL ON LINE - RJ

    SÃO PAULO - A fama das comidas do tipo fast food não é das melhores. Os baixos índices de nutrientes desses alimentos não são suficientes para compor uma dieta considerada nutritiva e essencial para uma boa qualidade de vida. Mesmo assim uma grande parcela da população os consome várias vezes por semana e poucas sabem que esse tipo de alimentação pode se transformar em um vício.

    De acordo com uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, e divulgada pelo jornal Daily Mail, os altos índices de gordura, açúcar e sal presentes na composição desses alimentos podem provocar dependência. Os cientistas afirmaram que o cérebro produz uma sensação de prazer após o consumo dessas comidas e é preciso cada vez mais dessas substâncias para que a sensação de saciedade apareça.

    Os cientistas ainda explicam que esse tipo de comportamento do cérebro é exatamente o mesmo que ocorre nas pessoas que fazem uso de substâncias entorpecentes. Portanto, para prevenir graves problemas de saúde com o consumo elevado dos alimentos fast food o ideal é evitá-los sempre que possível.
    LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA
    SET11

    Fonte: JORNAL DO BRASIL ON LINE - RJ

    Agência AFP

    MONTREAL, CANADÁ - Pesquisadores canadenses acreditam que a retirada das trompas de Falópio reduziria em 30% as mortes causadas pelo câncer de ovário, segundo um comunicado apresentado esta semana em Vancouver.

    Algumas mulheres são portadoras da mutação do gene BRCA, que pode causar o desenvolvimento de cânceres de mama, de útero e de ovário. Para prevenir a doença, elas são submetidas a uma histerectomia total (útero, ovários, trompas).

    "Estudando os órgãos dessas mulheres, nos demos conta de que os primeiros sinais do câncer não surgem nos ovários, mas sim nas trompas de Falópio", explica à AFP a doutora Sarah Finlayson, do programa de pesquisas realizado pelo Hospital Geral de Vancouver e pela agência de combate ao câncer da província canadense da Colúmbia Britânica (oeste). LEIA MAIS SOBRE ESTA NOTICIA